Campanha de prevenção do afogamento

Durante o ano de 2013, em Portugal, mais de cem pessoas perderam a vida por causa de afogamentos. Mais de um terço destas mortes ocorreram nos meses de junho, julho e agosto, como é habitual praticamente todos os anos. Para fazer face a esta problemática e para promover a prevenção do afogamento, a Direção-Geral da Saúde (DGS) lança uma campanha informativa, que visa o reforço de cuidados no período de férias.

De acordo com a campanha, quer seja em praias, rios, ribeiras, lagoas, tanques, poços ou piscinas, as mortes por afogamento podem ser evitadas, sendo a prevenção essencial. Assim, a DGS reforça a importância de vigiar atentamente os mais pequenos, de instalar barreiras de acesso às piscinas e reservatórios de água, optar sempre por locais considerados seguros e com vigilância e ter sempre próximo equipamentos de segurança.

De acordo com a DGS, a gravidade dos afogamentos não se restringe aos casos que resultam em morte, uma vez que as pessoas hospitalizadas na sequência de afogamentos têm, muitas vezes, prognóstico reservado. Em Portugal, a Associação para a Promoção da Segurança Infantil estima que, para cada criança que morre afogada, duas a três sejam internadas na sequência de um afogamento.

Fonte: Portal da Saúde

Posted in Prevenção and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.