Projeto “Peso na Saúde”

Cerca de 49% dos participante no projeto “Peso na Saúde” revelou excesso de peso ou obesidade. O projeto promovido pela KeyPoint com o apoio da DGS para sensibilizar os portugueses para o problema da obesidade avaliou no total 954 indivíduos, com idades entre os 18 e os 92 anos.

Fotografia de Tony Alter / Flickr

Fotografia de Tony Alter / Flickr

O projeto foi implementado durante os meses de Julho e Agosto, em 18 praias. Foram avaliados 954 indivíduos adultos, 57% do sexo feminino. Relativamente à avaliação do índice de massa corporal verificou-se que 49% dos participantes tinham excesso de peso ou obesidade – 38,6% excesso de peso e,10,5% obesidade.

A análise por sexo mostra que 44% das mulheres tinham excesso de peso ou obesidade versus 54% dos homens. Face à questão “como classifica o seu peso?” 41% dos participantes afirmaram que tinham excesso de peso e 1% obesidade.

Existe uma diferença importante entre os reais valores de obesidade, 11%, e a percentagem de indivíduos que se classifica a si próprio como sendo obeso (1%). Os homens dizem ter excesso de peso em 37% dos casos e obesidade em 1% e as mulheres dizem ter excesso de peso em 45% dos casos e obesidade em 1%.

Menos de um quarto (23%) dos indivíduos com excesso de peso ou obesidade afirmou já ter ido a uma consulta médica com o objetivo de perder peso, e destes, 73% fizeram-no por iniciativa própria, 21% por recomendação de um outro médico e 6% por recomendação de familiares ou amigos.

No que diz respeito a consulta de nutrição, os valores são semelhantes. 24% dos indivíduos com excesso de peso ou obesidade já foi a uma consulta de nutrição e na maioria dos casos, por iniciativa própria (70%). Mais de metade (52%) dos participantes com excesso de peso ou obesidade referiram nunca ter falado com o seu médico de família sobre este assunto.

No grupo de participantes com excesso de peso ou obesidade, 34% dizem ter muita motivação para efetuar mudanças no estilo de vida no sentido de o tornar mais saudável.

Fonte: Direção-Geral da Saúde

Posted in Obesidade and tagged , .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.