Indisponibilidade da vacina BCG

O Diretor-Geral da Saúde, Francisco George, emitiu, no passado dia 16 de julho, um comunicado sobre as interrupções imprevistas e de duração variável ocorridas nos últimos anos no fornecimento da vacina contra a tuberculose (BCG).

A vacina BCG não está disponível nos hospitais e centros de saúde desde maio de 2015, não afetando, no entanto, a saúde pública, uma vez que a prevenção e o controlo da tuberculose baseiam-se em várias medidas, que vão para além da vacinação dos recém-nascidos.

Fonte: zeathiel / freeimages

Fonte: zeathiel / freeimages

A Direção-Geral da Saúde (DGS) acrescenta que, como a incidência da tuberculose em Portugal tem vindo a diminuir, o risco de transmissão da doença na comunidade é baixo.

Considerando que nos últimos anos o fornecimento da vacina tem sofrido interrupções imprevistas e de duração variável, a DGS, em colaboração com o Infarmed – Autoridade Nacional do Medicamento e Produtos de Saúde e com o apoio da Comissão Técnica de Vacinação, está a analisar a possibilidade de utilização de outra vacina BCG.

A vacina contra a tuberculose (BCG), incluída no Programa Nacional de Vacinação (PNV), é administrada numa dose única, à nascença, nas maternidades, hospitais e centros de saúde. Os cuidadores dos bebés ainda não vacinados serão contactados pelo respetivo centro de saúde quando o fornecimento da vacina estiver restabelecido.

Fonte: Portal da Saúde
DGS: Indisponibilidade da vacina BCG

Posted in Vacinação and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.