Terceira Semana Mundial da Segurança Rodoviária

Tem hoje início a Terceira Semana Mundial de Segurança Rodoviária, promovida pelas Nações Unidas e dedicada este ano à segurança das crianças, no âmbito da Década de Ação para a Segurança no Trânsito 2011-2020.

Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária

Por ano, morrem em todo o mundo 186 300 crianças com idade inferior a 18 anos de idade devido a lesões e traumatismos em ambiente rodoviário. As estatísticas são da Organização Mundial de Saúde e têm como objetivo chamar a atenção para as causas de morte e incapacidade nas crianças e nos jovens. Até aos 5 anos as lesões e traumatismos por colisão estão entre as primeiras quatro causas de morte passando a primeira causa nos jovens entre os 15 e os 17 anos.

A Direção-Geral da Saúde (DGS), enquanto coordenadora da Década em Portugal, lançou um desafio a toda a comunidade educativa das Escolas do Ensino Básico a aderir à campanha #SalveVidasdeCrianças. “Para ir para a Escola em Segurança, preciso de …” foi o mote lançado às escolas que ainda podem participar através da identificação dos riscos sobre segurança rodoviária no espaço à volta da escola e/ou no caminho casa – escola e escrevendo numa folha de papel o que em nome individual, da turma ou da escola, é necessário ser feito para reduzir os riscos e melhorar a segurança rodoviária e partilhando, com a DGS e a Câmara Municipal da zona da escola os respetivos pedidos.

Esta iniciativa é desenvolvida em parceria com a Direção Geral de Educação, a Fundação MAPFRE, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, a GNR, a PSP, a Estrada Viva_ Liga Contra o Trauma, a APSI, a ACAM e a Camara Municipal de Lisboa.

Para mais informações, consulte a página do Facebook #SaveVidasdeCrianças.

Anexo: Declaração das Crianças pela Segurança Rodoviária

Posted in Prevenção and tagged .

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.