Como deve ser efetuada a escovagem dentária nas crianças?

As características da escovagem numa criança estão dependentes de vários factores, mas essencialmente da idade da mesma. Assim, de acordo com as normas da Direcção-Geral da Saúde:

  • 0-3 anos: escovagem realizada pelos pais a partir da erupção do primeiro dente, duas vezes por dia (uma obrigatoriamente ao deitar), utilizando uma gaze, dedeira ou escova macia de tamanho adequado.
  • 3-6 anos: escovagem realizada progressivamente pela criança, devidamente supervisionada e auxiliada, duas vezes por dia (uma das quais obrigatoriamente ao deitar), utilizando escova macia de tamanho adequado. A quantidade de dentífrico fluoretado (1000-1500 ppm) deverá ser semelhante ao tamanho da unha do 5º dedo da criança.
  • >6 anos: escovagem realizada pela criança, devidamente  supervisionada e auxiliada caso não possua destreza manual suficiente, duas vezes por dia (uma das quais obrigatoriamente ao deitar), utilizando escova macia (ou em alternativa média). A quantidade de dentífrico fluoretado (1000-1500 ppm) deverá ser do tamanho de uma pequena ervilha ou até 1 cm de dentífrico.
Fotografia de Spider.Dog / Flickr

Fotografia de Spider.Dog / Flickr

Fonte: Ordem dos Médicos Dentistas

Receita sem Papel

A “Receita sem Papel” é um novo modelo eletrónico que inclui todo o ciclo da receita, desde da prescrição no médico, da dispensa na farmácia e conferência das faturas.

O novo modelo eletrónico permite a prescrição em simultâneo de todos os medicamentos. O médico fica com a garantia de que a receita não é perdida, pode também ter informação se a receita é aviada e pode acompanhar o processo terapêutico do doente.

Receita sem Papel

Este novo sistema traz também várias vantagens para o utente, já que todos os medicamentos prescritos passam a ser incluídos num único receituário. Outra vantagem para o utente é o acesso à guia de tratamento, por meios eletrónicos, onde fica registada a posologia. Essa guia pode ser enviada por correio eletrónico ou por sms, estando disponível sempre que o utente precisar.

No ato da dispensa nas farmácias, o utente poderá optar por dispensar todos os produtos prescritos ou apenas parte deles, sendo possível levantar os restantes noutro estabelecimento e/ou noutro dia.

A “Receita sem Papel” garante maior eficácia, eficiência e segurança ao circuito da receita de medicamentos do Serviço Nacional de Saúde.

Fonte: Portal da Saúde