Semana Mundial do Aleitamento Materno 2015

A Semana Mundial do Aleitamento Materno, que decorre de 5 a 11 de outubro, tem este ano como lema “Amamentar e Trabalhar é Possível!”. O tema escolhido pela World Alliance for Breastfeeding Action (WABA) para ser discutido em todo o mundo na Semana Mundial do Aleitamento Materno apela à sensibilização para a importância da proteção dos direitos e proteção das mulheres que amamentam no local de trabalho.

Fotografia de various brennemans / Flickr

A Semana Mundial do Aleitamento Materno tem como principal objetivo promover a prática do aleitamento materno, fomentando a saúde dos recém-nascidos de todo o mundo.

Esta data evoca a Declaração Innocenti, assinada pelos responsáveis da Organização Mundial da Saúde e da Unicef, em agosto de 1990, comprometendo-se a proteger, promover e apoiar o aleitamento materno.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde divulga os cinco objetivos da Semana Mundial do Aleitamento Materno:

  • Conjugar esforços para que seja possível às mulheres trabalhar e amamentar;
  • Desenvolver ações por parte dos empregadores para apoiar a família, mães e seus bebés e incentivar as mulheres que trabalham a manter a amamentação;
  • Informar sobre os direitos da maternidade;
  • Facilitar as práticas que ajudam as mulheres que amamentam e trabalham;
  • Trabalhar proativamente para proteger os direitos das mulheres que amamentam no local de trabalho.

Fonte: Portal da Saúde

Notificar efeitos adversos aos medicamentos

Está a decorrer uma campanha do Infarmed para alertar o público sobre os efeitos secundários dos medicamentos e a importância de informar o profissional de saúde e o Infarmed da ocorrência dos mesmos.

Notificar efeitos adversos aos medicamentos

Espera-se, com esta iniciativa, melhorar a informação da população no que respeita à importância de notificar os efeitos adversos dos medicamentos e constitui uma das ferramentas mais importantes de recolha de dados na área da segurança dos medicamentos.

Fonte: Infarmed

Previsão de fornecimento da vacina BCG

A Direção-Geral da Saúde informou hoje em comunicado que o instituto público dinamarquês que produz a vacina BCG licenciada em Portugal, prevê fornecer, de forma faseada, 24 mil frascos multidose de BCG, entre o final de outubro de 2015 e fevereiro de 2016. As doses de BCG que serão recebidas pelos serviços de saúde permitem vacinar cerca de 160 mil crianças, incluindo todas as crianças nascidas em 2015.

Fonte: zeathiel / freeimages

Fonte: zeathiel / freeimages

A administração das vacinas será organizada pelos hospitais e centros de saúde de todo o País com a orientação da Direção-Geral da Saúde. Os pais dos bebés que ainda não foram vacinados com a BCG serão contactados pelo respetivo centro de saúde para vacinar os seus filhos.

DGS: Previsão de fornecimento da vacina BCG